Tese

Evolução da biodegradabilidade da matéria orgânica em um sistema de lagoas de estabilização

R$0

Resumo

Lagoas de estabilização têm sido utilizadas para tratamento de efluentes em regiões de clima quentes apresentando viabilidade econômica e ambiental. No presente trabalho foi estudado um sistema de lagoas de estabilização, na cidade do Natal, constituído por uma lagoa facultativa primária (LFP) seguida de duas lagoas de maturação (LM1 e LM2) e tem como objetivo o estudo da biodegradabilidade da matéria orgânica através da determinação da constante cinética k ao longo deste sistema. O trabalho foi baseado em duas etapas: na primeira foi estudada a variabilidade da concentração da DBO, DQO e COT e análise das relações entre esses parâmetros, no afluente, efluente e em áreas dentro das lagoas. Na segunda etapa foi determinada a constante de biodegradação da matéria orgânica k inicialmente ao longo do sistema (afluentes, áreas e efluentes), utilizando os métodos matemáticos dos Mínimos Quadrados e Thomas. Em seguida, k foi avaliado em função do modelo hidrodinâmico determinado através do número de dispersão (d), pelos métodos empíricos e pela Avaliação Parcial Hidrodinâmica (APH), realizada por meio de traçagem na lagoa facultativa primária, em uma faixa correspondente a 10 % do comprimento total da lagoa. Na avaliação dos parâmetros analisados, durante o monitoramento, as concentrações da matéria orgânica biodegradável, medida pela DBO e DQO, foram, gradativamente, reduzidas entre os afluentes e efluentes do sistema, apresentando uma eficiência 71,95 % para DBO e de 52,45 % para DQO. Na determinação da constante cinética k, pelos métodos matemáticos, considerando o Método dos mínimos quadrados, temos os seguintes valores de k no afluente e efluente das lagoas: facultativa primária (0,23 dia-1 e 0,09 dia-1), maturação 1 (0,04 dia-1 e 0,03 dia-1) e maturação 2 (0,03 dia-1 e 0,08 dia-1) e pelo método de Thomas os valores de k no afluente e efluente das lagoas são: facultativa primária (0,17 dia-1 e 0,07 dia-1), maturação 1 (0,02 dia-1 e 0,01 dia-1) e maturação 2 (0,01 dia-1 e 0,02 dia-1). Através da Avaliação Parcial Hidrodinâmica, na faixa correspondente a 10% do comprimento total da lagoa facultativa primária, pode-se concluir que, pelo numero de dispersão encontrado (d = 0,04) o escoamento é do tipo disperso e a constante cinética apresenta um valor de 0,20 dia-1

 

Autora da Tese: Carla Gracy Ribeiro Meneses

Download Gratuito

Para baixar Evolução da biodegradabilidade da matéria orgânica em um sistema de lagoas de estabilização só precisa preencher os seus dados:

REF: Tese| Evolução da biodegradabilidade da matéria orgânica em um sistema de lagoas de estabilização Categoria: Etiquetas: , , , , , , , , , ,